Liberdade

Só quem de fato conhece essa sensação sabe como é fantástica.

Independente de qual âmbito estejamos falando.

Seja amoroso, profissional, acadêmico, financeiro… tanto faz.

Ser livre para conduzir a sua vida da maneira que mais te faz feliz, de fato, não tem preço.

Quantas vezes você não sentiu vontade de chorar, por estar seguindo um caminho que lá no fundo não era o que você queria ou não te fazia feliz?

Quem nunca passou por isso?

Sim eu sei, Infelizmente não são todos que podem dar esse passo em suas vidas.

Poder abrir mão daquilo que não lhe faz bem é um desafio e tanto, requer muita coragem.

Às vezes precisamos daquele trabalho;

Às vezes são muitos anos de relacionamento;

Ou então, existe uma certa cobrança em relação aquela área de estudo que você está estudando.

Mas imagine, por um minuto, quão maravilhoso seria e como você se tornaria absurdamente mais feliz, se abandonasse todas essas coisas que não te fazem bem para seguir o que de fato você quer.

Por que nos preocupamos tanto com a opinião alheia, quando não são as pessoas de fora que sentem o que sentimos por dentro?

Dane-se aquele emprego que até te paga bem, mas que não te completa e não te motiva a levantar cedo todo dia;

Dane-se aquele relacionamento de anos, que a família inteira aprova, se entre quatro paredes sequer ainda existe tesão;

Dane-se aquele curso que você precisa estudar, se não é o que faz seus olhos brilharem.

Quando que as pessoas se darão conta que a vida é uma só?!

Que não adianta fazer o que é considerado certo o tempo inteiro, se por dentro você não está feliz.

Ser livre para fazer o que gosta, também deveria ser considerado uma necessidade fisiológica.

Carta para o Ex

Oi. Tudo bem?

Sabia que faz um ano e cinco meses que estamos separados? Na verdade, eu nem sei quanto tempo faz exatamente, pois sequer guardei a data do rompimento.

Só sei que não soube mais nada sobre você desde então, nem se está vivo, o que anda fazendo, nada. Absolutamente nada. Como se você sequer tivesse existido na minha vida.

Você foi o meu primeiro. Primeiro homem, primeiro namorado, minha primeira referência de relacionamento. Afinal, ficamos um terço da nossa vida juntos. 8 anos. Tempo de um casamento. Mas nosso namoro estava longe de ser um casamento, mais longe ainda de ser um namoro.

Eu encontrei um novo alguém sabia? Pergunto “sabia” porque você me vigiava, então não sei se ainda o faz e se tá por dentro da minha vida. Mas enfim, estou namorando. E diferente do que você dizia, que eu arrumaria alguém em uma semana, eu levei um ano para isso. Bastante tempo na minha opinião.

Mas o fato é que está sendo muito diferente para mim. É impressionante e chega a ser realmente assustador a maneira como vocês são diferentes. Ele diz que se eu não tiver afim de transar com ele hoje, tudo bem, que não vai deixar de me amar por isso. Ao invés de ficar de cara feia até conseguir o que quer. Como você costumava fazer. E lembra quando você dizia que homem que faz todas as vontades de uma mulher é trouxa? Bem… ele faz todas as minhas e não o vejo dessa maneira. O vejo como ele realmente é, um príncipe, um cavalheiro.

Lembra quando você dizia, que se tivesse um carro, jamais me buscaria ou levaria nos lugares, por não ser o meu motorista? Bem… ele já me provou não se importar muito com isso, contanto que eu esteja sempre segura e confortável. E lembra quando você sequer falava em casamento? Bem… em quatro meses de namoro, ele não para de repetir que não vê a hora de poder casar comigo e passar o resto da vida ao meu lado. E o principal: lembra quando você dizia que não gostava de crianças e que não queria ter filhos? Bem… ele já tem duas e, mesmo tendo feito vasectomia, quer ter outro comigo.

Ele é um ano mais velho que você, sabia? Na verdade, eu sequer lembro exatamente a sua idade. Mas o fato é que vocês são da mesma geração e caramba… é mesmo impressionante e assustador como ele é diferente de você.

Eu gosto da pessoa que eu sou quando estou com ele. Não fico com medo de fazer piadas e ser eu mesma, pensando que ele vai me achar uma tonta por tais atitudes. Nós rimos juntos. De tudo. De tudo mesmo. Porque ao contrário de você, ele não é uma pessoa amarga, com ar de superioridade. Ele é alegre, pra cima, energia boa e nunca reclama da vida. Ainda que ela não esteja do jeito que a gente queira, ainda que ele tenha menos dinheiro que você. Pois é, taí outra coisa que me surpreende nele. Mesmo sem uma incrível condição financeira, sempre que pode paga a conta sozinho, com gosto e não me olhando feio como se aquilo tivesse que ser divido.

Um dia ele comprou um cachorro quente para nós e na hora de pagar me ofereci para pagar junto com ele. E Sabe o que ele respondeu? “Se eu não puder pagar nem um cachorro quente pra você, isso será muito triste”. E sabe o que você teria feito no lugar dele? Teria aceitado.

Dizem que as mulheres não gostam dos bonzinhos, que preferem os homens que as fazem sofrer. Já eu discordo. Porque ele é gentil, amoroso, me trata como uma princesa e não consigo enjoar, pelo contrário, me apaixono cada dia mais. Tudo bem que o fato dele ser lindo e gostoso colabora, mas quanta mulher já não traiu o marido bonitão por um horroroso? E eu não me vejo o traindo e digo com toda segurança que também não tenho medo de ser traída.

Isso porque é tanto amor entre nós dois, que não vejo como isso poderá mudar um dia. Todo mundo diz que início de namoro é assim mesmo, mas eu já namorei antes, com você inclusive, e está sendo maravilhosamente melhor e diferente. Nem no começo do nosso namoro eu não tive com você o que tenho com ele. É mágico. Estamos seriamente convictos de que somos almas gêmeas.

Eu não tinha essa sensação com você. Muitas vezes eu preferia a companhia dos meus amigos à sua. Com ele é como se eu tivesse tudo numa pessoa só. O amigo, o amante, o companheiro, aquele para todas as horas.

Mas saiba que, eu não guardo rancor por você. Afinal, também fui sua primeira namorada e é vivendo que se aprende. Desejo do fundo do meu coração, que você encontre alguém incrível, assim como eu encontrei. Alguém que te faça perceber que o nosso namoro deveria ter chegado ao fim há muito tempo. Alguém que te mostre que a vida pode ser mais. Alguém que se encaixe em você de uma maneira que eu não fui capaz de encaixar. E espero que quando isso acontecer, possamos ser amigos, pois a vida é um aprendizado e tivemos a nossa cota de lição juntos.